A Magia dos Andes

domingo, 15 de dezembro de 2019

Da Argentina à Colômbia, este documentário acompanha cinco personagens que compartilham uma profunda conexão com as montanhas incríveis da América do Sul.

Ruth & Alex

Um casal enfrenta um drama inesperado quando decide vender o apartamento onde mora há 40 anos.

Eis os Delírios do Mundo Conectado

Werner Herzog traz a história da internet a partir do nascimento da rede, em 1969, sem deixar de mencionar os prazeres e pesares que ela engedrou.

A Pílula Mágica

Médicos, fazendeiros, chefs e outros especialistas avaliam a controversa dieta cetogênica e seu potencial para erradicar doenças comuns.

Mundo por Terra. Uma Fascinante Volta ao Mundo de Carro

Uma fascinante volta ao mundo de carro", é um relato da viagem de um casal (Roy e Michelle) que fez uma volta ao mundo de carro, cruzando 5 continentes, 60 países, 160.733km, em 1.033 dias. Esta narrativa descreve com detalhes todos os assuntos relacionados a viagem, como a tomada da decisão, a grande mudança de vida, o planejamento, a viagem em si, as diferenças culturais dos povos, as passagens inéditas, a descrição de como foi viver em 4 metros quadrados, o relacionamento do casal (24 horas por dia durante quase 3 anos), como lidavam com as burocracias, as amizades, problemas mecânicos, o convívio feminino no mundo islâmico, a comunicação, dentre outros assuntos. As histórias seguem o itinerário realizado.

127 Horas

Baseado na história real de como alpinista Aron Ralston lutou para salvar a própria vida após um acidente. Em maio de 2003, Aron (vivido por James Franco) fazia mais uma escalada nas montanhas de Utah, Estados Unidos, quando acabou ficando com seu braço preso em uma fenda. Sua luta pela sobrevivência durante mais de cinco dias (durou 127 horas) foi marcada por memórias e momentos de muita tensão. Dirigido por Danny Boyle, o longa conquistou seis indicações ao Oscar.

Fonte: Adoro Cinema

Planning Ahead

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

In 1953 Yale students were asked if they had set themselves goals, only a tiny percentage of those asked had set their goals for themselves and only 3% had written those goals down. Twenty years later those same graduates were assessed to see how well they had progressed. Those who had set written goals for themselves were found to be healthier, happier and wealthier than the remaining 75% put together.

Harvard Business Review