Fuga de Alcatraz

domingo, 5 de junho de 2016


Recentemente pesquisei alguns pontos turísticos em São Francisco - Califórnia e um dos mais comentados foi a Prisão de Alcatraz. Eu já tinha lido algo sobre este presídio e como recentemente entrei nesse assunto novamente, pesquisei alguns filmes sobre o assunto e o que mais me chamou a atenção foi Fuga de Alcatraz.

O filme conta a história de Frank Morris, Clarence Anglin e John Anglin, companheiros de cela que se uniram para planejar a fuga do presídio, considerada a a única fuga que não terminou em morte ou recaptura do detento, apesar de algumas pessoas os considerarem mortos por afogamento.

Filme antigo (1979) porém muito interessante devido ao contexto que se encontra. Eu particularmente gosto de documentários e filmes baseados em fatos reais, e com este filme não foi diferente.

Recomendado!

Histórias da vida - A bebida mais famosa

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Era 2014, estava em Seattle, tinha acabado de chegar na cidade e encontrei um grupo de amigos, resolvemos ir até um bar para beber algo e conversar.

Sentamos em umas cadeiras posicionadas no balcão do bar, cada um começou a pedir o que queria - cerveja, whisky, vinho, suco, ... Um dos amigos não bebia álcool e, querendo experimentar as bebidas típicas do lugar, chamou o garçon e pediu:
Please, can you bring me the most famous drink that you have with no alcohol?

O garçon confirmou o pedido e foi preparar a bebida. Não tínhamos a mínima ideia do que o garçon iria trazer, ficamos aguardando.

De repente o garçon traz um copo idêntico ao da imagem acima, coloca em cima do balcão, pega uma folha de hortelã, faz uma manobra e cima do copo, esmaga a folha e joga dentro do copo. Confesso que o ritual foi interessante.

Meu amigo então olhou para o copo, segurou, cheirou e provou. Após segundos de suspense ele olha pra nós e fala: água!

Analisando o pedido, a bebida sem álcool mais famosa só podia ser água! Sorte que o hortelã esmagado deu um toque especial!

Não é necessário dizer que virou motivo de piada lembrada até hoje!

O melhor do mundo

quarta-feira, 11 de maio de 2016


O livro, escrito por Seth Godin, é relativamente curto e se baseia no mantra de "ser o melhor do mundo" e "saber desistir", nada muito além disso.

Ressalta a importância de saber desistir quando se está em um "beco sem saída", ter discernimento suficiente para não despender energias em projetos que não tragam benefícios a longo prazo, ou que os benefícios atingidos não justifiquem os esforços empreendidos.

Uma distinção interessante que é feita é saber diferenciar um "vão" de um "beco sem saída", onde um vão se caracteriza por uma dificuldade momentânea que exige esforço para ser ultrapassado - e aqui é onde muitas pessoas fracassam, quando desistem dos seus projetos por conta de uma dificuldade encontrada. Já o beco sem saída se caracteriza por um projeto que não leva a lugar nenhum. Saber diferenciar uma dificuldade momentânea de um projeto sem futuro é a chave, de acordo com o livro.

Desperte o Vendedor Interior

sábado, 30 de abril de 2016


Livro escrito com base em experiências do autor e estudos realizados, apresenta conceitos básicos de venda mas sem um espectro amplo de assuntos.

Os conceitos de PNL apresentados são bem resumidos.

O livro em geral é bem simples, mas serve como um ponto de partida para quem possui interesse no assunto.

Decifrar Pessoas

domingo, 10 de abril de 2016


Depois de ler diversos livros sobre temas relacionados à persuasão, negociação e comportamento, percebi que a essência da teoria é sempre a mesma, ou seja, pouca variação do tema de um livro para o outro.

O livro Decifrar Pessoas - Como entender e prever o comportamento humano trata de temas clássicos como aparência física, linguagem corporal, tom de voz, dentre outros temas. O diferencial que encontrei no livro é o fato de fazer correlações com situações da área do direito, uma vez que as escritoras (Jo-Ellan Dimitrius e Wendy Patrick Mazzarella) são ligadas à área.

Com uma abordagem bastante abrangente, é uma boa fonte de consulta para conhecer o que existe sobre o tema. O livro é relativamente extenso (346 páginas) mas vale a leitura.

O Palhaço

sábado, 19 de março de 2016


Porque às vezes na vida, a única coisa que você precisa é de um ventilador ...

Construindo a história

quinta-feira, 17 de março de 2016

Em alguns anos, seus filhos e netos estarão lendo nos livros de história o que você está vivenciando hoje.

Na vida existem basicamente três tipos de pessoas: as que observam o que está acontecendo, as que fazem acontecer, e as que não tem a mínima ideia do que está acontecendo.

Qual vai ser a sua versão?

O valor do bom atendimento

quinta-feira, 10 de março de 2016

Duas histórias, uma mesma lição.


História 1 - O relógio

Há algumas semanas um dos relógios que uso acabou a bateria, como todo dia passo em frente a uma relojoaria na hora do almoço, resolvi aproveitar a viagem e levar o relógio para trocar a bateria. Depois de alguns minutos tentando abrir o relógio, o "relojoeiro" me diz: não tem como trocar a bateria, o relógio não abre! Fiz um esforço para manter a seriedade, agradeci e fui embora.

Como eu já havia trocado a bateria do mesmo relógio outra vez, resolvi voltar na mesma relojoaria. Falei para o atendente que gostaria de trocar a bateria do relógio, negociamos o preço e tempo para realização do serviço e na hora marcada voltei buscar o relógio. O relojoeiro me disse: você trocou a bateria desse relógio no dia 17 de outubro de 2015, a bateria ainda está na garantia, portanto não terá nenhum custo!

Lição: o preço estimado do serviço era de R$ 25,00, independente do valor, o atendimento foi impecável e surpreendente. No mundo em que vivemos, a pessoa tinha a opção de não me falar nada e cobrar pelo serviço, situação que eu também sairia satisfeito, mas não impressionado.


História 2 - O carro

Recentemente precisei trocar uma peça do carro, para ter uma noção de valor (peça + serviço) liguei em algumas oficinas pré selecionadas, algumas mais fáceis de estabelecer contato, outras mais difíceis e uma praticamente impossível! Liguei mais de 10 vezes para a mesma oficina, hora não atendiam o telefone, hora atendiam, diziam que iam passar a ligação para o setor responsável e a ligação caía ou me deixavam esperando tempo suficiente para eu me irritar e desligar o telefone. Em 3 dessas vezes, o telefone da oficina simplesmente não funcionava, eu falava e eles não escutavam! Na última vez liguei para simplesmente dizer que estava desistindo de estabelecer qualquer contato, a moça que atendeu respondeu simplesmente "ok". Obviamente a oficina não é dela, a preocupação dela não passa nem perto de entender e resolver o problema do cliente. Um simples "ok" é o suficiente para finalizar um assunto e permitir que ela continue o seu dia, provavelmente entrando no Facebook para ver a última fofoca do dia!

Lição: o preço estimado do serviço era de R$ 4.000,00, se minha ligação tivesse sido atendida na primeira vez, tivesse sido bem atendido, com a atenção devida, a oficina teria ganho duas coisas, dinheiro e um novo cliente! Neste caso deixou de ganhar o meu dinheiro, também não serei cliente e caso alguém pergunte, com certeza não ouvirá boas referências.


Não importa qual o seu ofício, se você vende bala ou avião, o bom atendimento sempre será um diferencial. Bom atendimento é valor agregado, habilita você a cobrar mais pois quem compra percebe o diferencial. Seja qual for a sua profissão, saiba se relacionar e se comunicar bem, com a mesma atenção que você gostaria de receber. E se você não fizer a sua parte, não se sinta no direito de cobrar de ninguém. Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você.

Jiro Dreams of Sushi

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Jiro Ono, 85 anos, é um especialista em sushi que trabalha incansavelmente no seu restaurante, Sukiyabashi Jiro. Yoshikazu, filho de Jiro, enfrenta o desafio de assumir o comando do renomado, minúsculo e caríssimo estabelecimento e deixa o pai livre para dedicar-se ao seu objetivo de vida: criar o sushi perfeito.

Uma Noite

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Raul e Elio são dois adolescentes que sonham em fugir de Cuba e começar uma vida nova em Miami, nos Estados Unidos. Acusado de agredir um estrangeiro, Raul fica sem escolha e precisa escapar imediatamente. Agora, Elio vai ter que decidir se parte com o amigo, ou se continua no país com sua irmã gêmea Lila. Um filme sobre a juventude cubana nos dias de hoje, em Havana.