Parábola da casa pequena

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

Um homem que estava passando por dificuldades na vida, foi pedir ajuda para um rabino.

– Rabino, minha casa é muito pequena. Eu moro com minha esposa, meus filhos e meus sogros em poucos ambientes, vivemos nos esbarrando. Isso cria um ambiente de ansiedade e estresse, passamos o dia gritando uns com os outros. Eu não sei mais o que fazer – disse ele em um tom desesperado.

O rabino, então, perguntou ao homem se ele tinha uma vaca. O homem afirmou positivamente, então o rabino o aconselhou a colocá-la dentro da casa também.

O homem não entendeu muito bem o conselho do rabino, porque parecia contraprodutivo, mas o seguiu ao pé da letra, porque confiava em suas instruções. No entanto, uma semana depois, quando percebeu que as coisas estão ainda piores, resolveu reclamar para o rabino. Chegando lá, recebeu um novo conselho.
– Também coloque suas duas cabras em casa – o rabino o aconselhou.

O homem resolveu acatar o conselho novamente, esperando que dessa vez as coisas fossem melhorar, mas retornou novamente ao rabino, dizendo que seus conselhos apenas tinham piorado as coisas.

O rabino perguntou se haviam outros animais em sua casa. O homem então respondeu que só restava um cachorro e algumas galinhas, e o rabino o disse novamente para colocar esses animais dentro de sua casa e voltar na semana seguinte para conversar.

O homem voltou na semana seguinte completamente irritado com a situação.
– Isso é insuportável! Eu tenho que fazer alguma coisa ou vou ficar louco. Por favor, ajude-me!

Nesse momento, o rabino o orientou de maneira diferente.

– Preste atenção no que vou falar: pegue a vaca e leve para o estábulo, as cabras para o curral, deixe o cachorro fora de casa e devolva as galinhas para o galinheiro. E em poucos dias venha me ver novamente.

Quando voltou para visitar o rabino, o homem estava muito feliz e satisfeito.

– Ah, rabino! Agora em casa há muito mais espaço, só há minha esposa, meus filhos e meus sogros!

Esta parábola retrata muito bem nossas atitudes diante das situações de nossas vidas. Todos temos momentos difíceis, mas em grande parte das vezes, nos deixamos levar pelos sentimentos ruins e acabamos tornando uma situação pior do que realmente é.

Além disso, temos o hábito de valorizar o que temos apenas quando as coisas pioram, como foi o caso do homem da história.

Podemos perceber que em nenhum momento as circunstâncias de sua vida realmente mudaram, apenas lhe foi apresentado outro ponto de vista, que o ensinou a enxergar a sua realidade de maneira diferente, focando no positivo e aprendendo a demonstrar gratidão por aquilo que tinha.

Todos podemos aprender a nos tornar mais conscientes e gratos por tudo em nossas vidas. As coisas nunca serão perfeitas, mas se pararmos para refletir, veremos que temos tudo aquilo que precisamos para transformar nossas realidades.

Fonte: O Segredo

0 comentários: