As 48 Leis do Poder

quarta-feira, 9 de julho de 2014

O poder é um jogo. É preciso saber jogá-lo para conquistar o que se deseja na política, nos negócios, na vida pessoal e até na corte amorosa. As 48 leis do poder mostra como agem os mestres nesta arte que envolve inteligência, perspicácia, planejamento e, principalmente, dissimulação, seja no Japão feudal ou na corte de Luís XIV, na renascença italiana ou na Chicago dos tempos de Máfia.

As Leis incluem, entre outras, a capacidade de esperar o momento certo para atacar, criar uma aura de mistério para confundir os inimigos, saber conquistar corações e mentes das pessoas e encobrir todos os atos em cortinas de fumaça.

Reis, politicos, generais, diplomatas e religiosos - assim como cortesãs, bandidos e charlatões - servem de base para as 48 Leis que regem o poder e a influência sobre outras pessoas. Entre outros exemplos saiba:

  • Como Galileu conseguiu sair da mendicância para se tornar astrônomo da corte?
  • O que levou Luís XIV a ser o temido "Rei Sol"?
  • Como Talleyrand manipulou o poderoso Napoleão?
  • De que forma Mao-Tsé Tung conseguiu tomar o poder com um exército maltrapilho?
  • Por que Abraham Lincoln elogiava os sulistas em plena Guerra da Secessão?
  • Qual o segredo dos métodos de sedução de Casanova?

2 comentários:

_julialemos_ disse...

seu blog é muito interessante e com conteúdo muito válido. Obrigada por suas contribuições sempre pertinentes!

_julialemos_ disse...

obrigada por suas contribuições sempre pertinentes!