A Vida é Bela

sábado, 8 de março de 2008

Compre o DVD A Vida é Bela no SubmarinoCompre o DVD A Vida é Bela no Submarino

Filme ganhador de 3 Oscars, A Vida é Bela, uma comédia dramática protagonizada por Guido (Roberto Benigni), filho de judeus que vive na Itália nos anos 40, durante a Segunda Guerra Mundial, utiliza de sua inteligência e bom humor para proteger sua esposa Dora (Nicoletta Braschi) e seu filho Giosué Orefice (Giorgio Cantarini) das ameaças do campo de concentração.

Guido é levado juntamente com seu filho para um campo de concentração nazista. Sua esposa, vendo-os partir, decide ir também. A fim de proteger seu filho, Guido utiliza sua imaginação para fazer com que seu pequeno filho pense que estão participando de uma grande competição, ou seja, esconde do filho o fato de que estão em um campo de concentração nazista. A idéia de Guido é dizer que tudo é uma brincadeira, e que durante o jogo iriam acumulando pontos que ao final (quando somassem 1000 pontos) ganhariam um tanque (o qual seu filho gostava) e iriam embora para casa novamente. Seu filho acredita em tudo e passa a agir como se tudo fosse mesmo um grande jogo.

Ao final, Guido é capturado e morto por um soldado, sua esposa e seu filho se salvam e voltam para casa (fim da guerra). O garoto é visto sozinho nas ruas e é pego por soldados das forças aliadas, levando-o de tanque. Este fato faz o menino crer que ganhou o jogo e, no final ele fala para sua mãe: "Ganhamos!". O objetivo do pai foi alcançado, protegeu sua família, mesmo que isso lhe custasse a vida.

A história do casal é interessante, interessante também é como Guido a trata sempre quando a encontra: "Buon giorno princepessa!" (bom dia princesa).

Considero um excelente filme e recomendo assistir.

Compre o DVD A Vida é Bela no Submarino

0 comentários: