Por quê?

quinta-feira, 7 de novembro de 2013


"Esses dias eu estava pensando em como seria interessante se ao final da vida pudéssemos entender todos os motivos que nos levaram a tomar as decisões que tomamos e entender os fatos que aconteceram ao longo da nossa vida, ter as respostas para todas nossas perguntas.

- Por que você levou aquele tombo da bicicleta?
- Por que você escolheu essa faculdade?
- Por que não estudou tudo o que deveria?
- Por que seu pai o deixou quando ainda era tão novo?
- Por que seus avós se foram antes mesmo de você ter a oportunidade de conhecê-los?
- Por que você está longe da sua família?
- Por que você escolheu os amigos que tem hoje?
- Por que você escolheu aquela garota?
- Por que você pisou na sujeira do cachorro? Duas vezes!
- Por que você passou a noite acordado?
- Por que você fez um quadro de moldura vermelha?
- Por que você não ensinou alguém a assobiar?
- Por que você escolheu o trabalho que tem hoje?
- Por que você escolheu este carro?
- Por que...?

Enfim, se eu tivesse direito a um desejo no final da minha vida, seria entender os motivos de todos os fatos que aconteceram, não com o propósito de mudar, de criar arrependimento, mas sim de achar um sentido em tudo que aconteceu, coisas boas, coisas não tão boas, algumas que passam rápido, outras que levamos para a vida inteira.

No final, eu só queria saber o por quê?"

Autor: Paul Eckman (livre tradução)

1 comentários:

Anônimo disse...

A beleza da vida está no mistério..